7 de dezembro de 2017 às 22h00min - Por Mário Flávio

Marcílio

Uma nova decisão em Brasília mexeu com a Rede em Caruaru. Mais de um ano após a realização das eleições, as duas convenções realizadas pelo partido ainda rendem ações na justiça. A estadual do partido perdeu uma nova ação em Brasília e a justiça ratificou que a convenção válida é a do dia 5 de agosto de 2016, a qual decidiu apoiar o nome da então candidata Raquel Lyra.

No dia 4 do mesmo mês, uma polêmica convenção entregou o partido para apoiar o nome do candidato Delegado Lessa e indicou o nome de Sandro Vilanova para a vaga de vice. Na ocasião, o juiz eleitoral Brasílio Guerra anulou a convenção, dentre outros motivos, por tumulto e suposta prática de fraudes.

Ele determinou que uma nova convenção fosse realizada, como aconteceu. Uma liminar ainda devolveu a Rede para a coligação de Lessa e o imbróglio se arrastou até o pleito.

O advogado e representante da Rede em Caruaru, Marcílio Cumaru, disse que a decisão foi uma vitória para o grupo. “Mesmo após esse tempo todo, essa decisão da justiça ratifica a verdade dos fatos”, disse. Mais detalhes no Jornal das 7 desta sexta-feira (8), a partir de 7h na Globo FM 89,9.

Convenção foi realizada no Teatro João Lyra Filho

Convenção foi realizada no Teatro João Lyra Filho


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro