13 de julho de 2013 às 11h47min - Por Mário Flávio

20130713-114354.jpg

Não houve protesto dos mototaxistas neste sábado (12) em Caruaru, mas um grupo de pouco mais de cerca de 20 manifestantes fechou a Rua 15 de Novembro, por volta das 11h, em protesto pela valorização dos direitos dos animais na cidade. Na maioria, o grupo era formado por membros da UDERVA. A polícia também apareceu no local, solicitando que os manifestantes liberassem a via para que os veículos seguissem, pois o trânsito ficou congestionado.

Por volta de 11h 45, os manifestantes liberaram a via, convencidos por agentes do GATI, mas depois ainda voltaram a fechar o trânsito e chegaram a se deitar na via, enquanto representantes do movimento falavam à imprensa local. Entre os pontos levantados pelos manifestantes, estava novamente a denúncia feita em 2012 sobre a morte de cachorros e gatos na cidade, que a UDERVA inicialmente atribuiu ao Centro de Controle Vetores e Zoonoses.

Em resposta, a Secretaria de Saúde informa que a perícia feita em 17 cachorros e dois gatos encontrados mortos no veículo da carrocinha do Serviço de Vigilância Animal de Caruaru, em julho do ano passado, apontou que parte dos animais estava com leishmaniose, conforme laudos que foram apresentados à delegacia de Meio Ambiente. Outros animais que não foram eutanasiados, morreram de causas naturais. Os laudos foram realizados nos corpos dos animais por técnicos do Laboratório Central do Estado (Lacen) e contestaram que a denúncia de que os cães e gatos foram mortos sem motivo aparente.

20130713-145438.jpg

20130713-145501.jpg


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro