17 de fevereiro de 2012 às 09h00min - Por Mário Flávio

Antes da última Sessão ordinária realizada na última quinta (16) o assunto era a provável candidatura de Marcelo Gomes a vereador. Os vereadores que apoiaram Laura Gomes (PSB) para deputada estadual eram os mais exaltados, entre eles Leonardo Chaves (PSD) e Ranilson Enfermeiro (PTB). O ex-presidente da Câmara de Caruaru chegou a dizer que se o filho de Laura for mesmo candidato, a vaga de vice na chapa de Zé Queiroz é do PSD, citando o nome do vereador Adolfo José (PSD) para ocupar a função de Jorge Gomes (PSB).

O petebista Ranilson Enfermeiro entrou no debate e criticou a possível candidatura. Ele disse que conseguiu mais de 800 votos para Laura Gomes e quer o apoio dela na eleição. Segundo os vereadores, com a indicação de Marcelo, as forças de Laura e Jorge Gomes iriam ser voltadas para a eleição do filho. Devido a isso, a pressão dos vereadores para afirmar que a vaga de vice é do PSD.

O líder do governo e presidente do diretório local do PSD, Adolfo José, não quis entrar na polêmica, mas disse que o partido não pode ser usado como moeda de troca para barganhar posições junto a Frente Popular. “Em momento algum a busca pela vaga de vice à Majoritária, na chapa de José Queiroz para a disputa eleitoral, vai vir como uma imposição por parte do partido. Tudo vai ser discutido com diplomacia e com vistas ao bem do povo de Caruaru. Com relação à possível reafirmação do meu nome por parte de qualquer colega, eu vejo com naturalidade. No entanto, entendo que qualquer um dos cinco vereadores filiados ao Partido está apto a pleitear essa disputa. A gente tem um bom quadro, com políticos capacitados para isso”, argumentou o Presidente do PSD em Caruaru, Adolfo José, destacando e detalhando a competência e caráter de cada um dos colegas de partido.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro