2 de agosto de 2017 às 07h39min - Por Mário Flávio

Lula

Dois dias após definir com sua assessoria o roteiro de viagens que fará pelo Nordeste a partir do dia 17 deste mês, começando por Feira de Santana (BA) e terminando em São Luís (MA), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva virou réu pela terceira vez no âmbito da Operação Lava Jato.

É que o juiz Sérgio Moro aceitou denúncia contra ele e mais 12 pessoas, oferecida pelo Ministério Público Federal, na ação que investiga a prática de crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do sítio de Atibaia, interior do Estado de São Paulo.

O ex-presidente Lula é acusado de ser o verdadeiro dono deste imóvel, embora ele não esteja no seu nome. O sítio passou por uma série e reformas em 2010 as quais teriam sido bancadas pelas construtoras OAS e Odebrecht.

O sítio, que era regularmente frequentado por Lula e seus familiares, está registrado em cartório em nome de Jonas Suassuna e Fernando Bittar.

O ex-presidente já foi condenado pelo juiz Sérgio Moro a 9 anos e 6 meses de prisão no processo do tríplex do Guarujá. E responde ainda a outra ação penal em que é acusado de ter recebido favores da Odebrecht para alugar um apartamento vizinho ao que mora, em São Bernardo do Campo (SP).


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro