12 de dezembro de 2017 às 12h19min - Por Mário Flávio

O líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, já está admitindo publicamente que deverá ser mesmo o candidato do PSOL à sucessão do presidente Michel Temer nas eleições do próximo ano.

Em entrevista à Agência Estado, ele negou que esteja indeciso sobre se deve ou não se candidatar. “Não é uma questão de indefinição. É que isto não está em pauta neste momento. Temas de 2018 têm de ser tratados em 2018”, disse ele.

Boulos está à frente de um acampamento do MTST em São Bernardo do Campo (SP), que abriga cerca de 7.000 famílias. Elas lutam por moradia em um terreno particular no Jardim Planalto.

Neste domingo (10), para assinalar os 20 anos do Movimento, houve show de Caetano Veloso, Maria Gadu e outros artistas da MPB.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro