21 de maio de 2018 às 19h35min - Por Mário Flávio

NOTA OFICIAL

A deputada Priscila Krause está equivocada. A Compesa e a Arena de Pernambuco identificaram que o consumo estava acima da média e as revisões das contas já estão sendo feitas.

Uma das possibilidades para o aumento do consumo diz respeito a possível infiltração de águas de pluviais na rede coletora de esgoto. “É importante frisar que a Arena não pagou conta com o valor indevido. A administração do espaço pediu a revisão do abastecimento, que está sendo atendido pela Compesa”, explica o deputado Estadual Isaltino Nascimento. “Em qualquer consulta ao site da companhia é possível verificar que as segundas vias das contas não estão sendo visualizadas por estarem em revisão”, complementa o líder do governo na Alepe.

A Arena de Pernambuco é reconhecida por ser uma das Arenas mais sustentáveis do Brasil no âmbito da preservação com o meio ambiente, possuindo dispositivos de aproveitamento de água de chuva e reuso de efluente, gerando uma economia de aproximadamente 60% no consumo de água.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro