22 de dezembro de 2011 às 15h45min - Por Mário Flávio

O presidente da Câmara, Lícius Cavalcanti, concedeu entrevista hoje ao jornalista Hélio Júnior. Durante uma hora e meia, ele fez uma análise sobre o ano de 2011 e mostrou que alguns arranhões com o Executivo municipal de Caruaru ainda persistem. Ele criticou indiretamente a secretaria de Relações Institucionais. Segundo o mesmo, o único diálogo que existe é com o secretário de Administração ou Gestão de Pessoas, Antônio Ademildo. Para o comunista, Jorge Gomes, titular da Pasta e Eduardo Guerra, secretário executivo, não cumprem o elo de ligação com a Casa Jornalista José Carlos Florêncio.

Outro ponto que chamou atenção durante a entrevista diz respeito a decisão do grupo de vereadores considerados independentes, sobre a criação da CPI do Leite. Segundo ele, houve uma reunião com Rogério Meneses e Dr. Demóstenes e foi decidido que o voto naquela questão era pelo povo e não político, por isso, a votação dos três foi contra a criação da mesma. “Passamos uma tarde inteira avaliando a situação e ouvindo outros setores da sociedade, se tivesse algo direcionado contra o Executivo Municipal, teríamos votado a favor. As pessoas que têm esse tipo de discurso estão ultrapassadas”, disse.

 


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro