11 de junho de 2012 às 09h00min - Por Mário Flávio

O presidente da Câmara Municipal de Caruaru, Lícius Cavalcanti (PCdoB), continua com seu tom cauteloso no discurso, mas agora, mas agora é referente a confirmar que vai entrar na disputa para tentar se reeleger nas eleições de 2012.

“Nós estamos em um momento de discussões e vou ainda me reunir com os membros da executiva municipal do PCdoB para avaliarmos os resultados dos nossos trabalhos na Câmara Municipal durante esse mandato e definirmos quais serão as ações concretas do partido nestas eleições”, explicou.

Paralelo a isso, ele tem demonstrado mais afinidade com a gestão municipal, desde que desistiu da pré-candidatura própria do partido e declarou apoio a Zé Queiroz. No entanto, ele garante que não mudou sua postura crítica. “Não houve mudança, eu critiquei e vou continuar criticando. A questão é que o que eu criticava era questões relativas à gestão, eu nunca me referi especificamente à Zé Queiroz. Eu defendo, sim, o prefeito enquanto escolha da Frente Popular”, declarou.

Questionado, no entanto, se a declaração de apoio formal do PT ao prefeito não selou uma derrota das discussões de uma nova via, levantadas por ele e por alguns militantes petistas, Lícius diz que o mais importante foi conseguir levantar o debate sobre uma outra candidatura. “Nunca havíamos visto esse tipo de debate em Caruaru, provocamos a população para mostrar que a gestão do município não pode ser pensada por apenas uma dúzia de pessoas, isso já foi uma vitória. Em relação ao PT, havia militantes que tinham apoio declarado a mim, como Rogério Meneses e Wilon Dodson, mas a questão é que é necessário pensar na unidade da Frente Popular e não ameaçar a continuidade da Frente Popular no comando da administração do município”, salientou.

 


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro