25 de junho de 2012 às 09h57min - Por Mário Flávio

O assédio ao tucano Diogo Cantarelli por parte dos governistas começa a causar divergências de opinião na base do governo. Para muitos, a falta de identidade ideológica de Cantarelli com a Frente Popular inviabiliza a ida dele para o palanque que apoia a reeleição do prefeito Zé Queiroz.

O presidente da Câmara, vereador Lícius Cavalcanti (PCdoB) disse que acredita na vitória da Frente Popular, independente da vinda de Diogo ou não para a base de apoio do prefeito. “Diogo é um grande amigo e importante na administração da Câmara, já que é vice-presidente da Casa. No entanto, a questão aqui é de identidade política e ele deve ir para o palanque que se sentir bem”, disse.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro