1 de junho de 2012 às 10h32min - Por Mário Flávio

De ontem para hoje foram mais três atropelamentos no trecho do perímetro urbano da BR 104. A situaçào revela mais uma vez a série de equívocos cometida pelo DER, desde o início dessa obra. O secretário de Transportes, Isaltino Nascimento, veio a Caruaru e numa rápida entrevista mostrou que tem quase nenhum conhecimento sobre a obra, quando apresentou informações, que iam de encontro as do presidente do Comitê Gestor da obra, o prefeito Zé Queiroz.

Sobre as passarelas, hoje a prefeitura de Caruaru enviou nota – que na nossa opinião deveria ter sido enviada pelo DER – dizendo o que todo mundo já sabe, que Isaltino veio aqui e anunciou a construção de cinco passarelas e que as mesmas são reivindicação do Comitê Gestor. Tal assertiva não justifica a falta de construção de passarelas.

Parafraseando ao presidente Lula, nunca na história de Caruaru uma obra gerou tanta insatisfação em todas as classes sociais. Essa duplicação foi pensada para os os veículos que passem por Caruaru, já que o próprio DER informou ao blog, que não estavam previstas a construção de passarelas.

Nos próximos dias a população deve fazer protestos, como previmos também e sinceramente, algo tem que ser feito urgente, já são três pessoas mortas. Os políticos deveriam se unir e todos, sejam de situação ou oposição, cobrar do DER um paleativo. Mas a precupação de Isaltino é a briga do PT no Recife.

O governador Eduardo Campos vem a Caruaru neste sábado para a abertura do São João e com certeza será cobrado, passando pelo constrangimento de responder a perguntas pelos equívocos cometidos pelos engenheiros do DER. Quantos ainda terão que morrer ou serem atropelados para que a situação de emergência seja tomada? Com a resposta, todos os responsáveis pela duplicação desse trecho em Caruaru.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro