16 de janeiro de 2014 às 14h12min - Por Mário Flávio

20140115-161634.jpg

Por Ana Rebeca Passos

O presidente da Câmara Municipal de Caruaru, Leonardo Chaves (PSD), comentou a recomendação feita pelo Ministério Público para abrir o processo de cassação dos 10 vereadores envolvidos na Operação Ponto Final.

“O Ministério Público no dia 23 de dezembro fez a recomendação a Câmara, e no mesmo dia eu mandei um ofício pra o jurídico da casa para que eles analisassem. Recentemente a promotora me fez essa cobrança me deu 48 horas para que eu respondesse, eu respondi em 24 horas. Todas as providências já estamos tomando, para encaminhar ao jurídico junto com o procurador, que fez um ofício a vara da fazenda e criminal pedindo mais informações, para que a gente possa dar encaminhamento as solicitações do Ministério Público”, disse Leonardo Chaves.

Questionado pela equipe do blog se de fato a Câmara iria abrir o processo de cassação, Chaves preferiu não emitir opinião. “Veja bem, eu não vou me antecipar antes que o jurídico me informe. A partir da entrega do estudo do jurídico, eu vou me pronunciar a respeito. Não vou falar de cassação até porque eles têm direito a defesa ao contraditório, mesmo que seja aberto o procedimento junto a comissão de ética, eles vão ter direito a se defender e só posteriormente é que a gente pode dar uma posição dada pela comissão”, garantiu o presidente.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro