28 de março de 2013 às 15h01min - Por Mário Flávio

Em carta enviada à executiva municipal do PCdoB em Caruaru, os professores Arnaldo Dantas e Ana Maria de Barros, intelectuais com opiniões de peso na esfera política local, confirmaram o pedido de desfiliação do partido, elencando diversos fatores de insatisfação. Confira.

Ao Presidente do PC do B de Caruaru
Sr. Lícius Cavalcanti.
DE: Ana Maria de Barros
Arnaldo José Dantas de Barros
Assunto: Desfiliação do PC do B

Vimos, por meio desta, apresentar pedido de desfiliação do PC do B, pelas razões que abaixo expomos:

1. Um partido de esquerda e em particular o PC do B tem uma história de luta em defesa da democracia e contra o autoritarismo, esteve ao lado dos oprimidos ao longo de sua história, inclusive se levantando em armas no Araguaia em defesa do Estado de Direito;
2. Impressionante que desde o processo eleitoral de Caruaru, as decisões tomadas sem a participação dos seus membros, acompanhadas de votações na Câmara de Vereadores por reajustes salariais, além de votação do PCC neoliberal que viola direitos essenciais dos educadores, aprovado com voto do nosso partido, sem que em nenhum momento tenha-se feito mea culpa de tal posição;
3. Está na base de um governo de forma acrítica e complacente com posturas que ferem a defesa da classe trabalhadora é no mínimo inaceitável, o que nos fará está sempre em polos de posição política oposta, nos posicionaremos contra quaisquer posições do partido que venham a ferir os direitos dos trabalhadores;
4. Continuamos comunistas, mas encaminhando a partir de agora nossas na defesa dos direitos humanos, uma posição suprapartidária, o que nos libera para lutar inclusive contra os quais somos aliados em alguns pontos de vista;
5. Desejamos que o partido recupere seu papel histórico e compreenda que é melhor não ter mandato, que ter mandatos que envergonhem a trajetória de um partido com teses claras e que nunca abandonou a utopia socialista, mas que na esfera local serve de legenda barata para servir aos interesses clientelistas em um sistema que pouco se diferenciou no processo eleitoral do comportamento dos velhos coronéis;
6. Assim não mais nosso nome associado ao que há de mais sujo e desprezível da política brasileira: o desrespeito a luta dos trabalhadores em sua luta por respeito e inclusão social e que de forma cruel o PCdoB vem sendo indiferente, sem se quer se posicionar em favor daqueles que estão oprimidos e tem seus direitos essenciais violados, como deveria fazer como um partido de esquerda;
7. Desejamos que a juventude e os históricos do partido em Caruaru resgatem a dignidade da legenda, maculada pela omissão e equívocos que não diferenciam hoje o partido de qualquer legenda fisiológica, conservadora e de extrema direita.
8. Dessa forma, peço com a maior rapidez possível, o cancelamento de nossa filiação ao PC do B.

Caruaru, 27 de março de 2013.
Profa. Dra. Ana Maria de Barros
Profa. Adjunta da UFPE
Arnaldo Jose Dantas de Barros
Servidor Público, Prof. Da FABEJA


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro