2 de janeiro de 2014 às 10h55min - Por Mário Flávio

A Justiça estadual teve o pior desempenho no cumprimento das metas fixadas pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça) com o intuito de combater a corrupção no país. O objetivo, definido em 2012, era que todos os processos de improbidade administrativa e de crimes contra a administração pública que entraram na Justiça até dezembro de 2011 fossem julgados até o fim de 2013.

As cortes estaduais julgaram apenas 40% das ações de improbidade e 52% dos processos criminais. Outras cortes foram ligeiramente melhores. Mas todas elas também ficaram abaixo da meta do CNJ.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro