14 de fevereiro de 2020 às 23h54min - Por Mário Flávio

NOTA DO SISMUC

Após meses de mesa de negociação, SISMUC Regional x Prefeitura Municipal de Caruaru, tentando resolver pendências para melhoria das condições de trabalho dos servidores da Autarquia Destra (Guardas Municipais e Agentes de Trânsito) sem avanços até a data de hoje, 14 de fevereiro de 2020. Dessa forma, Guardas e Agentes decidiram de forma soberana deflagrar uma paralisação para amanhã, 15 de fevereiro.

Lembramos que a Prefeitura foi notificada desta decisão desde a segunda-feira 10/fevereiro. Ainda hoje no horário da manhã, estes servidores, acompanhados de alguns dirigentes sindicais saíram em passeata até o Palácio Jaime Nejaim, como forma de demonstrar a insatisfação com o andamento das negociações. Neste momento, o Presidente do SISMUC é chamado para uma conversa com a Secretária Ana Maraísa. O mesmo levou alguns servidores do movimento, porém, a conversa não satisfez a categoria, ficando mantida a paralisação do dia 15 do mês em curso.

No entanto, para surpresa do Presidente Eduardo Mendonça, foi receber em sua residência, local de difícil acesso, às 21h35, há pouquíssimo tempo para o início da paralisação, um Mandato de Intimação, expedido pelo Exmo. Sr. Juiz de Direito da Vara Privativa da Fazenda Pública de Caruaru, o Dr. Rommel Silva Patriota, para que o SISMUC Regional se abstenha de qualquer movimento paredista. Surpresa maior foi ver a Oficiala da Justiça, após bater desesperadamente em sua porta, em um carro oficial da Prefeitura de Caruaru e acompanhada de alguns funcionários da mesma, sendo um deles, o comissionado, Tenente Tibúrcio.

Ficam aí vários questionamentos, deixemos que cada um intérprete-os. O que devemos levar em consideração e não deixar que passe em branco é a forma como servidores públicos são tratados neste país, parafraseando alguns, no país de Caruaru também, resolver as celeumas e ofertar condições dignas e satisfatórias de trabalho ninguém quer, ninguém se esforça, ninguém mede distância, mas calar a boca de quem grita por justiça fazem e com muita maestria.

No entanto, vale salientar que resisteremos e não desistiremos da luta, podemos até recuar, o que recomendamos que seja feito pelos nobres e guerreiros colegas da categoria, como forma de obediência a decisão judicial, mas jamais deixaremos de expressar os desmandos que são impostos a nós, servidores públicos municipais de Caruaru.

Diretoria do Sismuc


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro