13 de janeiro de 2013 às 12h25min - Por Mário Flávio

Embalado pelo aumento de 42% no número de prefeituras comandadas pelo partido nas eleições de outubro do ano passado, e no momento em que tenta construir uma candidatura própria à Presidência da República em 2014, o PSB resolveu enfrentar o PMDB e disputará a presidência da Câmara em fevereiro, com a candidatura do deputado Júlio Delgado (MG). O parlamentar mineiro foi relator do processo de cassação do ex-deputado José Dirceu, condenado no julgamento do mensalão. Azarão, Delgado enfrentará o favorito Henrique Alves (RN), líder do PMDB que tem o apoio do PT e do Palácio do Planalto.

Nesse episódio, o papel do presidente nacional do PSB e aspirante a presidente da República, governador Eduardo Campos (PE), é dúbio. Para o público externo, ele desestimula a candidatura de Delgado, que tem chances remotas de vitória. Na prática, porém, não se empenhou para que o deputado mineiro desistisse de concorrer ao cargo.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro