4 de janeiro de 2012 às 18h14min - Por Mário Flávio

No início da semana, comentamos sobre uma questão pendente para o diretório do PT em Caruaru: devido à falta de algumas assinaturas na ata de eleição do diretório, entre estas a de Louise Caroline, atualmente o diretório não pode criar conta bancária e isso estaria deixando alguns membros do partido irritados. No entanto, deixando de lado os desafetos particulares entre alguns membros, o presidente do PT Caruaru, Josué Euzébio explicou que o diretório está regularizado, o que acontece é que não se pôde criar a conta bancária e isso influenciou nas prestações de contas do partido.

“Não foi só a falta da assinatura de Louise, outras pessoas também não assinaram a ata, como só é possível criar a conta se a ata for registrada com a assinatura de todos os membros do PT, então ficamos com essa pendência, mas isso não influenciou na regularização do diretório, pois o Tribunal Regional reconheceu o partido”, explicou Josué. De acordo com ele, foi enviado um ofício para o tribunal regional em Recife, explicando essa pendência, e então o TRE reconheceu a vigência da legenda.

Josué também esclareceu que o problema de não poder criar a conta bancária está relacionado com a prestação de contas do diretório, que não tem conta registrada desde 2007. “O que acontece é que recebemos uma mixaria de contribuições, já que nem todos pagam as prestações do diretório, dessa forma nossa prestação de contas se resume a pagar contas de aluguel de escritório, energia, água e luz, com o pouco que juntamos. Isso foi uma questão de critério de confiança pessoal, mas não afeta de forma grave a as atividades do partido”, ressaltou.

Atualmente, o diretório municipal do PT em Caruaru se prepara para fazer as primeiras reuniões do primeiro trimestre, com o objetivo de discutir os possíveis nomes de pré-candidatos a vereador pelo partido nas eleições deste ano.

Josué esclareceu que por não ter conta, prestação de contas do diretório é afetada


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro