11 de maio de 2012 às 11h51min - Por Mário Flávio

Assim como Neno reforçou em nota ao blog, sobre a situação do PSL, o presidente do PTC em Caruaru, Johnny Edilson, ratificou que a legenda continua discutindo a formação de uma candidatura alternativa na cidade. Ele disse ainda que o próprio presidente estadual do partido, Eriberto Medeiros, deu liberdade para que o diretório municipal decida os próprios rumos nas eleições 2012.

“Nosso posicionamento continua o mesmo, e na verdade, desde 2008 que o PTC não faz parte da base do prefeito. Sempre estivemos em busca de discutir novas alternativas para Caruaru e a executiva nacional nos deu liberdade para isso”, salienta Edilson. Enquanto isso, no entanto, Zé Queiroz continua articulando com o diretório estadual a possibilidade de o partido se aliar à Frente Popular em Caruaru.

Mas, Edilson permanece suas articulações principalmente com Diogo Cantarelli (PSDB), e na verdade, mais com o tucano do que com o pré-candidato Lícius Cavalcanti, com quem Edilson garante não ter chegado a conversar amplamente sobre candidaturas. Isso é curioso, pois mostra que Diogo, mesmo que espere ainda resposta da Justiça sobre sua questão de inelegibilidade, tem mais aproximação com o PTC, assim como tem com o PSL, duas siglas significativas para a construção de um grupo alternativo, mas que poderiam se debandar para uma candidatura isolada do tucano, caso este e o comunista não chegassem a um consenso.

 


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro