10 de fevereiro de 2014 às 11h54min - Por Mário Flávio

A cada dia aumenta a especulação sobre o nome do ex-deputado federal Maurício Rands como o provável candidato do PSB ao governo de Pernambuco. Com isso, o vice-governador João Lyra (PSB) deve mesmo terminar os últimos meses no comando dos rumos do Estado, mas sem disputar a eleição majoritária. Fiel escudeiro de Eduardo, o caruaruense, mesmo afastado da eleição, terá papel fundamental durante as articulações e até mesmo no pleito.

Ele vai comandar o fim dos últimos meses da gestão Eduardo Campos e talvez fazer parte da coordenação de campanha dos socialistas. Com experiência da gestão e do estilo Eduardo de governar, vai manter o mesmo padrão nos meses que ficar a frente do governo e passar por momentos importantes como a entrega de obras em todo Estado e ainda participar de todas as solenidades durante a Copa do Mundo.

A presença de Lyra ainda é histórica, já que pela primeira vez um caruaruense vai assumir o governo sem ser de forma interina, um prêmio pela forma que ele atuou durante os sete anos que esteve ao lado de Eduardo no Palácio do Campo das Princesas. Lyra mudou o conceito de vice, de ser uma figura meramente ilustrativa no jogo político e teve papel atuante nos momentos em que Eduardo mais precisou dele, como na ocasião em que assumiu a secretaria de Saúde e enfrentou uma crise com os médicos.

O fato de sair da disputa, caso realmente se confirme o nome de Maurício Rands, não diminui em nada a importância de Lyra no atual cenário político. Ele vai seguir a missão dada pelo governador, que precisa de pessoas de confiança em vários setores durante o pleito e com foco no que esteja fazendo.

FREVO DA DISCÓRDIA – O governador Eduardo Campos e o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, ambos do PSB, inauguraram o Paço do Frevo, em homenagem aos 107 anos do ritmo. Com muita dor de cotovelo os petistas afirmam que a obra é uma ideia do partido e que os socialistas se aproveitaram do momento. A chiadeira ocorreu após o governador e o prefeito aparecem em reportagem no programa Fantástico.

SEMANA DECISIVA – A semana promete ser decisiva para os vereadores afastados devido a Operação Ponto Final. A expectativa é que a apelação para que eles voltem as funções legislativas seja julgada pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco. A defesa trabalha com boas perspectivas e espera que o resultado seja conhecido até a quarta-feira.

SEMANA DECISIVA 2 – Por outro lado, os vereadores aguardam o posicionando da Comissão de Ética na Câmara Municipal. De acordo com o presidente da Casa, vereador Leonardo Chaves (PSD), o processo deve ser encaminhado para a Comissão e pode ser aberto ainda essa semana. Pelo que disse o secretário jurídico Bruno Martins, deve ser um processo único para os dez vereadores.

DÚVIDA – Segue a dúvida de quem vai votar nesse processo. O Regimento Interno da Casa diz que um vereador só pode ser cassado por maioria de dois terços, ou seja, com 16 votos. Mas o mesmo Regimento diz que um parlamentar não pode votar em matéria que seja de interesse próprio. Nesse caso nem os afastados ou suplentes poderiam votar. Seriam 13 votos e nove necessários para a cassação. No entanto, devido a situação, muitos apostam que uma batalha jurídica será iniciada, isso caso se confirme a cassação.

PEPINO – O setor jurídico da Câmara segue estudando o caso para saber o que fazer com o tema, já que o Regimento Interno não previa uma situação em que um processo de cassação seria aberto de uma vez só, para analisar a situação de dez vereadores. Um verdadeiro pepino a ser descascado pelos advogados da Casa.

NUDEZ CASTIGADA – O vereador Jajá (sem partido) garante que vai acionar a justiça para saber como as imagens dele nu caíram nas redes sociais. Ele segue juntando documentos de pessoas que promovem ofensas pessoais e deve passar o material para a polícia. Pelo jeito a Operação Ponto Final vai para o facebook.

LUTO NO TRT – O ex-presidente do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-PE), desembargador José Guedes Corrêa Gondim Filho, morreu neste domingo (9), vítima de um infarto. Ele tinha 90 anos e faleceu em casa, no bairro de Piedade, Jaboatão dos Guararapes, Grande Recife. O sepultamento ocorreu no início da noite deste domingo, no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, mesma região.

OPORTUNISMO – Muitos políticos aproveitam o atual momento em Caruaru para se mostrar como opção de renovação na política. Usam textos pesados, acusam e se oferecem ao eleitor como uma oportunidade de ser a renovação e a ética dentro da política. Esquecem que na campanha passada estavam ao lado de muitos investigados pela Operação Ponto Final. Puro oportunismo!


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro