14 de outubro de 2017 às 11h06min - Por Mário Flávio

João Lyra

O ex-governador de Pernambuco, João Lyra Neto (PSDB), subiu o tom contra o governador Paulo Câmara em entrevista a na Rádio Jornal, na manhã da sexta-feira (13). Os radialistas Dilson Oliveira e Iran Carvalho colocaram falas do ex-prefeito José Queiroz sobre à gestão de Raquel Lyra, filha do ex-governador.

Ele evitou polemizar, mas associou a imagem de Zé a de Paulo. “Não vou comentar as críticas do prefeito José Queiroz. O povo julgou. Ele teve 67% de rejeição e seu candidato não foi nem para o segundo turno. O apoio dele foi importante para a vitória de Raquel, foi um prefeito importante para Caruaru, tenho que reconhecer. Mas se ele está do lado do governador Paulo Câmara, eu estarei do outro lado, porque ele não correspondeu às expectativas do povo.”

O governador negou rancor, disse que conviveu oito anos com Paulo, que é um técnico, um bom secretário, mas segundo não é um bom gestor. “Ele nunca foi político. O primeiro cargo que disputou foi o de governador com o apoio de Eduardo Campos. Na época, não concordei. Hoje, o Estado não tem destaque em nenhuma área. Na segurança, estamos entre os piores. Eu participei da criação do Pacto pela Vida. O Pacto acabou. Está faltando estratégia e liderança”, disse.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro