2 de setembro de 2013 às 11h25min - Por Mário Flávio

20130902-104253.jpg

O vice-governador João Lyra (PDT), esteve nesse domingo, em São Lourenço da Mata, no bairro da Manguaba, para a inauguração da escola municipal ministro Fernando Lyra. “Como ministro da Justiça, ele conduziu a abertura democrática do Brasil, que perdura até hoje. Então, esse é o nosso reconhecimento a um grande pernambucano, um exemplo para as novas gerações”, afirmou o prefeito Ettore Labanca (PSB), ao falar sobre a homenagem a Fernando Lyra, falecido no último mês de fevereiro. A viúva, Márcia Lyra, participou do evento junto com as três filhas, Patrícia, Renata e Juliana, além dos genros e netos.

Construída com recursos municipais próprios, a escola tem capacidade para 240 alunos, que serão divididos nos turnos da manhã e da tarde, em turmas de 1° e 2° anos do ensino fundamental. A estrutura conta com quatro salas de aula, além de diretoria, biblioteca, sala dos professores e banheiros. À noite, funcionará o EJA – Educação para Jovens e Adultos. “Decidimos implantar o curso depois que passamos a receber muitos pedidos da comunidade local. Foi uma grata surpresa”, informou a secretária de Educação, Ana Paula Ceneviva. Todos os professores da unidade são concursados e já foram designados para a função.

Emoção – Ao participar da inauguração da escola municipal Ministro Fernando Lyra, João Lyra lembrou a trajetória do irmão, como um dos principais articuladores da redemocratização do País. Porém, ele se emocionou mesmo foi ao lembrar que sua mãe, dona Guiomar, era professora primária concursada, na década de 40, e foi ela quem ensinou o marido, João Lyra Filho, a ler, aos 26 anos de idade. Posteriormente, Lyra Filho se tornou prefeito de Caruaru e construiu dezenas de escolas na zona rural do município. “Sinto que essa é uma homenagem também para minha mãe, que nunca abandonou a sua profissão de origem e lecionou durante 30 anos em escola pública, ensinando a centenas de alunos, naquela ocasião”, afirmou.

Participaram também do evento, a deputada estadual Raquel Lyra; o vice-prefeito do município, Gino Albanez; o deputado Vinícius Labanca; o presidente do Lafepe, Luciano Vasquez e o vereador Paulo Sales, autor do requerimento na Câmara Municipal, que fez a solicitação da escola para a comunidade.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro