24 de agosto de 2013 às 06h25min - Por Mário Flávio

JoaoLyra_UPE

Acompanhado do coordenador do professor Clóvis Gomes, coordenador dos câmpus universitários da UPE no interior de Pernambuco, o vice-governador João Lyra (PDT) visitou na tarde dessa sexta (23) o terreno adquirido pela Universidade de Pernambuco – UPE – para funcionamento do Campus Universitário de Caruaru. Um longo processo burocrático de desapropriação do local vem sendo motivo de reclamações dos estudantes da instituição, que cobram soluções da prefeitura de Caruaru e do governo do estado.

No contexto

Estudantes de luto pela redução de vagas na UPE em Caruaru

“Vamos mobilizar a sociedade e as forças políticas do estado para realizar este sonho de Caruaru”, disse João. A visita também contou com a participação da deputada estadual Raquel Lyra (PSB), filha do vice-governador, que recentemente se pronunciou sobre os problemas que a universidade e afirmou que a burocracia para transferência da unidade acabou contribuindo para outro problema: a redução de vagas no campus, devido também à falta de recursos através de emendas parlamentares que foram perdidas. Isso aliado à justificativa do Conselho Universitário da UPE, de que a evasão de alunos e pouca procura dos cursos foram decisivos para cortar vagas.

Na verdade, todos esses problemas se concentram em um ciclo de demandas de infraestrutura. Desde 2008 o prédio ainda não havia sido transferido para a UPE, o que resultou na perda de emendas que supririam um orçamento de R$ 3 a R$ 4 milhões na construção da nova sede. Contudo, ainda nesta semana, em reunião com representantes dos corpos docente e discente do campus, o prefeito Zé Queiroz (PDT) garantiu que agora os problemas com documentação foram solucionados.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro