29 de dezembro de 2012 às 08h25min - Por Mário Flávio

20121228-234023.jpg

O vice-governador João Lyra (PDT) segue com o relacionando delicado com o prefeito Zé Queiroz (PDT). Apesar de terem trocados gestos nas últimas semanas e ensaiarem uma reaproximacão pública, o abismo entre ambos é enorme e deve culminar com a desfiliação de Lyra do PDT, o que deve ocorrer no mês de março de 2013, prazo comentado pelo próprio João a este blogueiro. A entrevista completa será veiculada no blog amanhã (30).

O vice disse que o PDT é um partido cartorial no Brasil e que em Pernambuco segue o mesmo modelo. “Não me sinto a vontade no PDT. Temos um partido cartorial, com apenas nove diretórios em todo o Brasil com este modelo, aqui em Pernambuco não é diferente e temos uma gestão centralizada em Queiroz. O presidente da Assembleia, Guilherme Uchoa reclama, o deputado federal Paulo Rubem reclama e eu reclamo. Estou sem clima”, disse/

O destino de João deve ser mesmo o PSB, já que ele pode ser a opção de Eduardo Campos numa futura conjunção para sair candidato a governador de Pernambuco na eleição de 2014.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro