22 de maio de 2012 às 08h10min - Por Mário Flávio

O primeiro capítulo do desfecho da prévia do PT começa hoje. Um auditor enviado pela direção nacional do partido inicia a análise da lista de votantes do último domingo. Ele irá compará-la com a relação dos filiados aptos a votar anunciada pela direção nacional, de 20.131 petistas, e verificar quantos dos que estão fora dessa lista compareceram às urnas.

Caso esse número seja maior que a diferença entre João da Costa e Maurício Rands – o prefeito venceu o deputado federal por 553 votos –, é grande a possibilidade de anulação da primária.

TROCA DE FARPAS – Se o domingo da prévia do PT foi quente no quesito acusações, a segunda-feira não deixou por menos. Ao que parece, a noite do sono – que reza o ditado ajuda a acalmar os ânimos – teve efeito contrário nos discursos do deputado federal Maurício Rands e do prefeito João da Costa.

Os dois amanheceram afiados e partiram novamente para uma troca de alfinetadas que durou toda a manhã. Sem meias palavras, Rands afirmou que o adversário não tem mais condições de ser o candidato do partido, mesmo tendo a maioria dos votos militantes. Ele falou ainda em expulsão de João da Costa da legenda. “Ele perdeu as condições de continuar no PT. Muita gente está colhendo provas e a executiva nacional vai levar isso para o Conselho de Ética”, atacou o deputado federal, em entrevista à Rádio Folha.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro