15 de janeiro de 2016 às 06h56min - Por Mário Flávio

Jarbas Vasconcelos

O deputado Jarbas Vasconcelos (PMDB) disse nesta quinta-feira (14) que defende para a liderança do PMDB na Câmara Federal um parlamentar que seja contra o governo da presidente Dilma Rousseff e declaradamente a favor do impeachment.

Com isso, excluiu a possibilidade de votar pela recondução do atual líder Leonardo Picciani (RJ), que é a favor de Dilma e contra o impeachment.

Já o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse que “a liderança do PMDB não pode se transformar em um assessor do governo ou alguém que o represente. Não pode ser nem de governo, nem de oposição. Tem que representar a bancada”.

Cunha rompeu publicamente com Dilma em 2015 e se afastou do atual líder após ele se aliar ao governo na última reforma ministerial, tendo indicado, em nome da bancada, dois ministros: Marcelo de Castro (Saúde) e Celso Pansera (Ciência e Tecnologia).

Picciani é candidato à reeleição e deverá ter como adversário o deputado Leonardo Quintão (MG).


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro