3 de julho de 2017 às 07h09min - Por Mário Flávio
Crédito da Foto: Ricardo Fernandes/DP/D.A Press

Crédito da Foto: Ricardo Fernandes/DP/D.A Press

O advogado Antônio Campos, irmão do ex-governador Eduardo Campos, filiou-se neste sábado (1º) ao partido “Podemos” pelo qual pretende disputar uma cadeira na Câmara Federal nas eleições do próximo ano. Ele era filiado ao PSB mas desligou-se do partido, em abril, por divergências políticas com sua direção estadual.

“Tonca” vai medir forças com o sobrinho, João Campos, chefe de gabinete do governador Paulo Câmara, que também será candidato à Câmara Federal e já tem o apoio de mais de uma dezena de prefeitos do PSB.

Após filiar-se ao “Podemos”, Antonio Campos divulgou o seguinte manifesto:

I- O Brasil vive um momento desafiador para quem defende a política como um instrumento de mobilização da sociedade em busca de um futuro melhor. É preciso nesse momento, mais do que nunca, acreditar na capacidade de resistência e na criatividade do povo brasileiro. Mais do que nunca, é preciso ter esperança! Sim!

II- PODEMOS continuar acreditando na democracia como o melhor caminho para a mudança na qualidade de vida e respeito à cidadania. Sim!

III- PODEMOS buscar na história inúmeros exemplos de políticos brasileiros que deixaram um legado de vida, luta, patriotismo, ética e respeito à soberania popular. Trago para a construção desse novo momento partidário o testemunho centenário de um grande brasileiro que dedicou sua existência a servir às melhores causas do povo brasileiro: Miguel Arraes de Alencar. Arraes foi e é a maior referencia de projetos sociais do Brasil e um homem que pensou as questões estruturais do Nordeste. Sim!

IV- PODEMOS superar esse momento de profundo descrédito na política e nos partidos com ousadia, criatividade e crença no poder de mobilização da cidadania. Sim!

V- PODEMOS fazer a democracia ir muito além do voto, transformando-se num instrumento permanente de participação social, mais conectada e participativa. Sim!

VI- PODEMOS conquistar a educação como uma prática permanente de liberdade. Chegou a hora de ingressarmos vigorosamente na era do conhecimento. Usar a tecnologia e a internet como uma arma poderosa para revolucionar o fazer político e dos partidos. Sim!

VII- PODEMOS através do conhecimento, da pesquisa e de uma inovadora gestão pública oferecer à sociedade serviços públicos de qualidade, principalmente nas áreas da saúde, educação e segurança. Sim!

VIII- PODEMOS gerir um estado com menos impostos e mais eficácia na aplicação dos recursos arrecadados do contribuinte. Sim!

IX- PODEMOS resistir e não aceitar a forma impositiva com que se querem fazer as reformas de que o país tanto precisa. É hora de lutar pelos direitos e a participação dos cidadãos brasileiros nas necessárias reformas como a previdenciária, trabalhista, tributária e política. O caminho é o de um novo Congresso com o poder de uma Assembleia Nacional Constituinte. Sim!

X- PODEMOS implantar uma nova ética na construção dos partidos e financiamento das campanhas eleitorais. Sim!

XI- PODEMOS mudar a nós mesmos. Entender que o mundo mudou. A sociedade exige uma nova forma de fazer política. Para vencer esse desafio é preciso inteligência, coragem, capacidade de resistência e, fundamentalmente, crença na capacidade de superação do povo brasileiro. Destaco o dinamismo e a inteligência política dessa jovem deputada federal, Renata Abreu, que preside o PODEMOS, agradecendo na pessoa dela a minha acolhida no partido.

XII- Parabenizar o PODEMOS pela filiação de uma das mais proeminentes figuras públicas do Brasil, que é o senador Álvaro Dias, que tem muito a contribuir com o país nesse momento tão desafiador. Sim!

XIII- PODEMOS ter esperança! E, juntos, PODEMOS mudar o Brasil!


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro