26 de setembro de 2012 às 15h08min - Por Mário Flávio

Do Blog de Jamildo

Em nova variação dentro da margem de erro, desta vez positivamente, Geraldo Julio (PSB) alcançou os 40% das intenções de voto na pesquisa Instituto de Pesquisas Maurício de Nassau/Jornal do Commercio, divulgada na tarde desta quarta-feira (26).

O candidato Daniel Coelho (PSDB) também varia dentro da margem de erro, caindo um ponto percentual e marcando 21%. Humberto Costa (PT), que na pesquisa anterior possuía 16%, varia positivamente dentro da margem de erro e alcança os 19%, empatado tecnicamente com Daniel. O candidato Mendonça Filho (DEM), também com baixa variação, fica com 4%.

Os candidatos Roberto Numeriano (PCB), Edna Costa (PPL), Jair Pedro (PSTU) e Esteves Jacinto (PRTB) somam, juntos, 1% das intenções de voto. Votos brancos e nulos somam 8%. Não sabem em quem votar/não responderam, 8%.

Esta é a 7ª pesquisa do IPMN/JC e foi realizada entre os dias 24 e 25 de setembro, com 1080 entrevistados e apresenta uma margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. A confiabilidade é de 95%.

Na primeira avaliação IPMN/JC, em 12 de julho, o candidato do PSB possuía 7% das intenções de voto. Um mês depois alcançou 14,4%. Em 23 de agosto chegou à segunda posição, com 22,2%. Em 6 de setembro, foi a 34% e ultrapassou Humberto Costa (PT). Na pesquisa anterior, no dia 12 de setembro, Geraldo chegou a 39%. A partir de então, geraldo só variou dentro da margem de erro, marcando 38% na pesquisa do dia 23 e 40% na pesquisa desta quarta-feira (25).

O deputado estadual Daniel Coelho (PSDB), que até então estava em crescente, teve pequena variação negativa dentro da margem de erro. Caiu de 22%, no último domingo, para 21%, nesta quarta-feira (25). Após três pesquisas, entre 12 de julho e 23 de agosto, quando o candidato esteve estacionado, obtendo respectivamente 6%, 5,5% e 5,7%, o tucano decolou na reta final. Na pesquisa do dia 6 de setembro obteve 12%. Uma semana depois chegou a 15%. Em seguida Daniel assume a segunda posição, tendo marcado 22% e 21%.

O senador Humberto Costa (PT) parou de cair. O petista figurava com 36% das intenções de voto na primeira pesquisa, em 12 de julho, e apresentou quedas em todas as pesquisas. Foi a 32,5%; depois, 31,1%; em setembro, caiu para 26%, 22% e 16%. Agora, o petista sobe 3 pontos – dentro da margem de erro – e alcança os 19% das intenções de voto, obtendo empate técnico com Daniel Coelho (PSDB). Humberto tem pouco mais de uma semana para tentar recuperar a segunda colocação e figurar num segundo turno – caso Geraldo Julio (PSB), que tem 47% dos votos válidos, não volte a crescer e liquide a disputa no primeiro turno.

Mendonça Filho (DEM), que parou de desidratar, teve breve variação negativa dentro da margem de erro e fez 4%. O deputado federal, que começou a corrida eleitoral na segunda colocação, com 21%, caiu em todas as pesquisas, obtendo 17% e 15,1% em agosto, sendo ultrapassado por Geraldo Julio (PSB); e em setembro, fez 9%, 5% e, agora, 4%. Ele ocupa a quarta colocação nas pesquisas.

VOTOS VÁLIDOS – A variação positiva de dois pontos percentuais fez com que Geraldo Julio (PSB) alcançasse os 47% dos votos válidos. O socialista está bem próximo de uma vitória ainda no primeiro turno. Daniel Coelho (PSDB) vem em segundo lugar, com 25% dos votos válidos. Humberto Costa (PT) tem 22% e Mendonça Filho 5%. Outros candidatos somam 1%.

ESPONTÂNEA – A pesquisa espontânea, quando o nome dos candidatos não é mostrado aos entrevistados, aponta que apenas 5% dos recifenses não têm certeza de quem são os candidatos. “Não sabem/não responderam” alcançou 13% na espontânea e 8% na estimulada. Os números referentes aos candidatos tiveram, todos variações mínimas.

Geraldo Julio (PSB) tem 38% das citações espontâneas, contra 19% de Daniel Coelho (PSDB), 18% de Humberto Costa (PT), 4% de Mendonça Filho (DEM) e 8% de brancos e nulos.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro