31 de dezembro de 2012 às 09h55min - Por Mário Flávio

O Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (Ipem/PE) lançou o edital de convocação para iniciar o processo anual de aferição de taxímetros referente a 2013. Os proprietários dos veículos táxis licenciados pelas prefeituras do Recife, Olinda, Paulista, Jaboatão dos Guararapes, São Lourenço da Mata, Camaragibe, Itapissuma e Cabo de Santo Agostinho devem comparecer à sede do Ipem, que fica na avenida Luiz Professor Luiz Freire, 900, Cidade Universitária, das 8h às 14h, a partir do dia 03 de janeiro, conforme terminação da placa fixada no cronograma das tabelas do anexo I.

INTERIOR – Os táxis de Caruaru, Garanhuns e Gravatá devem se dirigir à regional do Ipem de Caruaru, que fica na rua Francisco de Castro, 114, Indianápolis. Os dias para a aferição serão nas últimas quintas-feiras e sextas-feiras de cada mês, nos meses correspondentes a cada terminação de placa, de acordo com a tabela do anexo II. Já os taxistas de Petrolina e Arcoverde devem se dirigir à regional daquele município, que fica na avenida das Nações, s/n, Centro Agropecuário, nas últimas quintas-feiras e sextas-feiras de cada mês, também seguindo o cronograma das tabelas do anexo II.

Para a realização da aferição do taxímetro, o proprietário deverá se dirigir aos locais previstos munido dos seguintes documentos: certificado oficial de última aferição, juntamente com veículo, cópia do CRLV (cadastro do veículo feito pelo Detran), termo de permissão da prefeitura (atualizado) e cópia de comprovante de residência. Para o veículo táxi especial, deverá, além da documentação anterior, apresentar ainda a permissão especial da prefeitura local. Para o caso do proprietário que se encontra com o veículo baixado em oficina de reparo mecânico, deverá comparecer ao endereço indicado e na data correspondente à placa para solicitar vistoria.

Em todos os casos, o valor da aferição é de R$ 37,50, que deverá ser pago até dez dias após a verificação do taxímetro. Caso o proprietário do táxi não compareça na data estabelecida conforme o cronograma do edital, poderá ser autuado, devendo apresentar uma defesa ao Ipem no prazo de dez dias corridos a contar da data da autuação. O possível autuado, dependendo da decisão do Jurídico, poderá ser advertido ou pagar multas que variam entre R$ 100 a R$ 1,5 milhão.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro