9 de maio de 2014 às 14h34min - Por Mário Flávio

Vivemos num país onde é livre a manifestação de pensamentos, um ato de amadurecimento social. Entendo ainda que a ética é o fio condutor que deveria alinhar toda a sociedade, mas vejo que ela – a ética – foi atropelada pela fala de dois participantes do movimento grevista dos professores municipais, em reunião sindical do dia 07 de maio último. Não irei detalhar o fato, quem quiser conferir deve acessar o vídeo postado no Facebook, Youtube e outras mídias.

No calor das falas, a ética foi danificada quando os profissionais da Tv Asa Branca foram rotulados de “ridículos” e citados por quadros produzidos na referida emissora. Caruaru tem uma imprensa formada por brilhantes profissionais e são eles e elas os olhos e os ouvidos da sociedade, desafiando estruturas de poder político e econômico, e mostrando a cidade real que não aparece nas propagandas eleitorais.

Na sequência da fala da professora, um colega furioso diz que o objetivo da Tv é “desmoralizar a greve dos professores”…desconhecendo ele as inúmeras vezes que essa pauta de greve ocupou inúmeras matérias, sempre pautadas pela ética jornalística e sem criar juízo de valor contra o movimento. Aula de Geografia ridícula com frutas? Questionou a professora…os jornalistas mostraram, mas não elaboraram nem conduziram a aula! Inovar em metodologias fortalece nossas práticas educacionais.

Enfatizo que rotular de ridículos os jornalistas, além de atentar contra a ética, danifica a própria educação e nós, educadores, lembrando que eles – jornalistas – foram alunos até o momento de suas formaturas em cursos superiores.
Deixo como registro uma reflexão antes do uso dos microfones, como também o estímulo do uso do espaço Câmara de Vereadores, a quem compete, por dever constitucional, fiscalizar estruturas de hospitais, praças, ruas, escolas e demais bens públicos.

Culpar a janela pela imagem que ela apresenta não é inteligente. E valorizar a ética com respeito aos demais é um dos mais importantes e transformadores fundamentos da educação.

*José Urbano é professor


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro