30 de novembro de 2013 às 13h25min - Por Mário Flávio

Rigor redobrado e punições mais severas para combater à corrupção. Foi essa a tônica da declaração do V Fórum de Parlamentares da Organização Mundial de Parlamentares contra a Corrupção (GOPAC), que acontece na Cidade do Panamá e reúne parlamentares de todo mundo.

Representante oficial do Senado brasileiro no encontro, o senador Humberto Costa (PT-PE), signatário da declaração, considerou o documento emitido pelo V Fórum de Parlamentares da GOPAC como extremamente importante e avançado.

No texto, os parlamentares pedem aos países e à Organização Nações Unidas que considerem os crimes de grande corrupção como delitos contra a comunidade humana e, consequentemente, como de lesa-humanidade.

Os membros da Gopac instaram, ainda, a comunidade internacional a promulgar leis mais duras contra esse tipo de crime, e a Justiça dos países a exercer, de maneira mais efetiva, o seu papel de punir desvios dessa natureza.

Por fim, solicitaram que os países, a ONU e demais instituições internacionais desenvolvam novos mecanismos globais para prender, julgar e sentenciar os envolvidos em delitos de corrupção.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro