11 de fevereiro de 2014 às 20h17min - Por Mário Flávio

Em seu primeiro discurso como líder do PT no Senado, Humberto Costa, disse que falta a oposição propostas concretas para melhorar o Brasil. “Eles fazem críticas, mas não dizem como fariam se estivessem hoje à frente do governo. A oposição brasileira hoje fala de futuro, mas as propostas que apresentam são apenas um conjunto de intenções, um conjunto de generalidades que não respondem aos desafios do nosso País”, questionou o senador.

Humberto aproveitou para lembrar algumas ações de sucesso dos governos Lula e Dilma, como o Minha Casa Minha Vida, o Pronatec e o Prouni. “A grande novidade do Brasil é a mudança construída pelo PT com muito trabalho, depois de cinco séculos de muito atraso. Todo o resto é figura de retórica. Fazem um discurso que tem o atraso do tempo, o bolor antigo e conhecido do raposismo político, de quem quer ganhar eleição apenas com promessa. Para esses ilusionistas das urnas, o PT e os Governos de Lula e Dilma têm respondido com a realidade, uma realidade que está mudando para muito melhor os rumos do Brasil’, disse o parlamentar.

O senador também fez questão de agradecer publicamente a escolha unânime do seu nome para assumir a liderança pelo Senado na segunda vez. “Entre as missões como líder, talvez a mais importante seja a de aqui travar o debate político e defender o legado dos governos do PT das inconsistências que têm sido colocadas, das críticas infundadas e, acima de tudo, do discurso pessimista”, afirmou Humberto.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro