31 de dezembro de 2012 às 11h55min - Por Mário Flávio

Fernando Haddad está em período de tensão pré-posse. “Acho que só no dia 2 vou relaxar”, afirmou ele à coluna na manhã de sexta, 28, ao conceder a sua “última” entrevista antes de assumir a Prefeitura de São Paulo. “É muita coisa para se pensar. Depois, melhora. Na cadeira de prefeito, a coisa deslancha.” Estrela maior do PT nas eleições deste ano, Haddad diz não temer as consequências da retração na economia, admite que o partido pode estar acuado por uma “guinada conservadora” e sai em defesa de Lula: “Eu ponho as duas mãos no fogo” por ele.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro