23 de fevereiro de 2018 às 11h47min - Por Mário Flávio

O grupo liderado pela prefeita Raquel Lyra não anunciou ainda os nomes que vão entrar na disputa para a eleição proporcional (deputado estadual e federal) na eleição desse ano. Sem alianças com nenhum outro grupo, os tucanos vão ter nomes do próprio partido ou aliados para entrar na disputa.

Para estadual alguns nomes são cotados. O ex-vereador e ex-secretário Diogo Cantarelli pode entrar na disputa. Na última eleição ele obteve mais de 13 mil votos para deputado. Outros nomes que correm por fora para ter o apoio da deputada são do vice-prefeito Rodrigo Pinheiro e o secretário Rubens Júnior.

O nome do ex-governador João Lyra pode ser lançado, mas só se ele não compor a majoritária numa vaga para o senado ou vice de uma candidatura da oposição.

Para federal o nome do próprio João Lyra pode ser apresentado, mas a tendência mesmo é o grupo apoiar uma possível candidatura do suplente de senador Douglas Cintra. Um nome de fora da cidade também pode aparecer, já que o PSDB tem muita de outras cidades na gestão.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro