16 de outubro de 2013 às 00h02min - Por Mário Flávio

O governador Eduardo Campos assinou, nesta terça-feira (15), o decreto que viabiliza o Programa de Mobilidade Acadêmica. A iniciativa permite que professores de inglês da rede pública aperfeiçoem o idioma no Reino Unido, por meio de um intercâmbio de quatro semanas. O programa é fruto de uma parceria com o Conselho Britânico e o Instituto HSBC. O anúncio aconteceu durante a entrega da Escola Monsenhor Manuel Marques, no bairro de Casa Amarela, no Recife.

Eduardo comemorou a parceria realizada e garantiu que o projeto vai proporcionar um grande salto para os educadores pernambucanos. “Vamos dar oportunidade para um professor de inglês cumprir melhor a sua tarefa”, disse o chefe do Executivo. O programa oferece 17 vagas para cada regional, específicas para professores de língua inglesa.

O diretor do Conselho Britânico, regional Norte e Nordeste, Marcus Vinícius Machado, explicou que Pernambuco foi selecionado, entre os 27 Estados da Federação, devido às diversas iniciativas do Governo do Estado de promover o aprimoramento do ensino do idioma. “Esse programa tem como objetivo aproximar os brasileiros do Reino Unido e difundir o aprendizado da língua”, completou Marcos Vinícius. Para participar do programa, o educador deve ser servidor público, atuando em turmas do Ensino Médio, incluindo os núcleos de estudos de idiomas.

As inscrições acontecem pelo site www.educacao.pe.gov.br, entre os dias 16 e 25 deste mês. A seleção será realizada em duas etapas: o envio do formulário de inscrição, cujo resultado será divulgado no dia 4 de novembro; e um exame de avaliação do nível de proficiência da língua, marcado para o dia 9 de novembro, nas regionais. O resultado final será divulgado no dia 20 de novembro. A acomodação será em casa de família e os intercambistas ainda vão receber um auxílio de R$ 442,80.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro