11 de fevereiro de 2014 às 16h08min - Por Mário Flávio

Desde a manhã desta terça-feira, o Governo do Estado, através da Casa Militar, participa de uma barreira sanitária nos municípios de Belo Jardim e Caruaru. A ação preventiva tem por objetivo fiscalizar a qualidade da água transportada pelos carros pipa. O Programa de Monitoramento e Fiscalização da Água de Carros Pipa (Programa Água Pura) é coordenado pela Apevisa/Secretaria Estadual de Saúde. A Casa Militar/Codecipe participa da ação porque é um dos órgãos responsáveis pelo abastecimento de água através de carros pipas, junto com o Exército, Prefeituras e o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA).

Na primeira ação realizada dias 4 e 5 foram vistoriados 68 carros. Sendo 53 carros no primeiro dia, em Bom Jardim, com cinco notificações e um auto de infração. No dia 5, em Limoeiro, foram fiscalizados 17 carros pipas, onde três foram notificados e dois receberam auto de infração.
Hoje, a vistoria está acontecendo em Belo Jardim, no Trevo da BR 232 com PE 180 (Estrada para São Bento do Una). Nesta quarta-feira (12/02), a partir das 7h, a vistoria será realizada em Caruaru, onde a barreira sanitária atuará no ponto do Trevo BR 104 com Estrada para o Hospital Regional do Agreste.

Para a Defesa Civil, a iniciativa é essencial para a qualidade de vida das famílias atingidas pela estiagem. A água fornecida é captada em manancial autorizado pela Compesa, onde a água já é tratada. Além disso, os pipeiros recebem pastilhas de cloro, desse modo garante-se o fornecimento de uma água saudável, evitando doenças.

A Casa Militar/Codecipe é responsável pelo abastecimento d’água em 22 municípios dos 122 que se encontram em situação de emergência em Pernambuco, através de convênio com o Ministério da Integração. Nestas cidades a Defesa Civil do Estado mantém 116 veículos, contratados por processo de licitação que são monitorados por GPS.

Além do GPS, foi adotado um sistema de controle de entrega e recebimento de água através de um cartão eletrônico. O pipeiro tem um cartão e a pessoa beneficiada, devidamente cadastrada, recebe outro cartão. Quando o pipeiro chega ao local ele tem que liberar a água com o cartão e a pessoa beneficiada, após receber a água no seu reservatório, registra o cartão confirmando o recebimento da água. A prioridade é atender às comunidades atingidas pela seca, garantindo a qualidade e o controle da quantidade da água fornecida. Com esse sistema, as pessoas beneficiadas podem controlar e fiscalizar o abastecimento de água dos carros pipa.

A ação desenvolvida pelo Programa Água Pura conta com o apoio de outros órgãos públicos como as Vigilâncias Sanitárias Municipais, Polícia Militar de Pernambuco, Polícia Rodoviária Federal, Exército Brasileiro que direta ou indiretamente participam de gestão ou fiscalização do fornecimento de água através de carros pipa.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro