26 de julho de 2013 às 05h56min - Por Mário Flávio

A aprovação do governo da presidenta Dilma Rousseff caiu de junho para julho, segundo pesquisa Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O percentual de entrevistados que avaliam o governo como ótimo ou bom caiu de 55% em junho, para 31% em julho. O grupo de pessoas que responderam ruim ou péssimo subiu de 13% para 31%, e os que consideram regular passou de 32% para 37%.

O levantamento, de julho, foi feito no período em que se intensificaram os protestos no país. Em relação à avaliação pessoal da presidenta, o número de entrevistados que aprovam diminuiu de 71% em junho, para 45% em julho. Os que desaprovam subiram de 25% em junho, para 49% este mês. Na avaliação do gerente de pesquisa da CNI, Renato da Fonseca, a queda na popularidade da presidenta sofreu influência das manifestações. “As pessoas estão insatisfeitas por causa das manifestações? Não. As manifestações apenas trouxeram à tona problemas que já estavam incomodando”, analisou Fonseca.

Na opinião dele, o desempenho da economia já vinha afetando a avaliação da presidenta e será determinante para uma possível recuperação da popularidade nos próximos meses. “Em um momento como este, há a tendência de as pessoas fazerem um excesso em suas avaliações. Mas o fato de a gente ter feito a outra pesquisa [em junho] imediatamente antes das manifestações permitiu que a gente percebesse que já havia um movimento de queda, principalmente relacionado ao aumento da inflação”, apontou.

Para a pesquisa divulgada, foram feitas 7.686 entrevistas em 434 municípios, sendo que 2 mil entrevistas foram com amostragem nacional e as demais feitas em 11 estados. A margem de erro é 2 pontos percentuais para mais ou para menos


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro