2 de agosto de 2012 às 21h22min - Por Mário Flávio

O governador Eduardo Campos (PSB) atendeu o pleito do presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), desembargador Jovaldo Nunes, através de ofício encaminhado nesta quinta-feira (2), e determinou o imediato retorno dos policiais militares que fazem a segurança de 135 fóruns no Interior do Estado. A retirada do policiamento fardado das unidades foi determinada, no dia 1º de agosto, conforme os termos do decreto nº 38.438, de 27 de julho de 2012, surpreendendo magistrados, servidores e população usuária dos serviços do Poder Judiciário.

Os secretários de Defesa Social e de Administração do Estado, Wilson Damázio e Ricardo Dantas, respectivamente, visitaram o presidente do TJPE, por determinação do governador, para garantir que os policiais militares retornariam aos fóruns, normalizando a segurança do local. “Vai continuar tudo como está. Não deixaremos de cumprir o decreto, mas vamos trabalhar uma solução conjunta com o Judiciário”, destacou Damázio.

O presidente do TJPE agradeceu a atenção dos secretários e falou sobre a substituição dos policiais da ativa. “Faremos a substituição dos policiais da ativa por policiais reformados que integram a Guarda Patrimonial do Estado, paulatinamente, de forma a não prejudicar o Poder Judiciário”, afirmou o desembargador Jovaldo Nunes.

A Guarda Patrimonial é formada por policiais inativos, que, depois de passarem por exames médicos e nova capacitação, são enviados para fazer a guarda de prédios públicos e garantir a segurança da população. Também participaram da reunião, realizada no gabinete da Presidência, no Palácio da Justiça, os juízes assessores especiais da Presidência, Humberto Inojosa e Carlos Moraes, e o chefe da Assessoria Policial Civil e Militar do TJPE, Coronel Chusa Silva.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro