27 de março de 2013 às 08h25min - Por Mário Flávio

20130327-010653.jpg

O vereador Gilberto de Dora (PSB) foi o único da bancada governista que saiu em defesa do governo Zé Queiroz (PDT) na sessão dessa terça-feira, quando os professores foram a Câmara de Caruaru e promoveram um protesto silencioso. Ele aproveitou a presença dos docentes e apresentou uma prestação de contas do atual governo sobre a educação municipal.

O socialista citou obras do governo federal e disse que o projeto educacional de Caruaru serve de exemplo para o Brasil. “Vou prestar contas aqui dos avanços na educação municipal. Temos a Universidade Federal e vou pedir como requerimento a criação do Campus Universitário da Universidade de Pernambuco em Caruaru. Hoje mesmo estive com o prefeito Zé Queiroz (PDT) e ele me explicou como está esse processo. Temos ainda a construção de 17 creches a serem criadas, um projeto inédito encabeçado pelo prefeito, temos um projeto educacional que é exemplo para o Brasil”, disse na Tribuna.

No momento do discurso de Gilberto os professores deram as costas ao vereador e vaias foram entoadas. Mesmo pressionado o edil voltou a citar as ações governistas. “Outro avanço é a criação das escolas em tempo integral, as quais as crianças passam o dia inteiro com atividades e longe da possível criminalidade”, pontuou.

No entanto, após algumas provocações o socialista desviou o foco do discurso e prestou contas de ações para beneficiar a zona rural de Caruaru. Ele ainda citou as parcerias entres os governos municipal, estadual e federal.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro