7 de dezembro de 2013 às 09h25min - Por Mário Flávio

20131207-054725.jpg

Em um acordo com o Poder Executivo, o Vereador Gilberto de Dora (PSB) conseguiu retirar da pauta um Projeto de Lei que desagradava aos agentes da Destra. O texto autorizava o Presidente da autarquia a definir por quanto tempo um servidor permaneceria no cargo de inspetor. Dessa forma a função poderia ser ocupada pela mesma pessoa por período indeterminado.

No mesmo acordo, feito por intermédio de Gilberto de Dora, o Poder Executivo se comprometeu a analisar a possibilidade da criação do Plano de Cargos e Carreira da categoria. “A prefeitura foi sensível ao atender o nosso pedido. A ideia de criar um PCC alegra e muito os agentes. Já em relação ao Projeto de Lei que foi retirado, espero que ele nunca mais volte para esta casa legislativa. Se esse projeto voltar dez vezes aqui, votarei contra” afirma Gilberto de Dora.

Em meio as discussões os vereadores de oposição criticaram a falta de diálogo no envio dos projetos e Gilberto alfinetou a gestão. “Lá na minha casa nos reunimos uma vez por semana e até o nosso cachorro e o gato, participam do encontro, mesmo que seja embaixo da mesa. Fui oposição por oito anos ao governo Tony Gel e sempre que exista algum projeto para ser votado, ele chama a todos os vereadores e eu estava lá nas reuniões, nem por isso, deixei de fazer oposição ferrenha a gestão dele. O diálogo é a chave de tudo”, lembrou Dora.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro