28 de novembro de 2012 às 07h25min - Por Mário Flávio

O prefeito eleito do Recife, Geraldo Julio (PSB), anunciou que fará uma seleção aberta para preencher os cargos comissionados que cuidarão da área de monitoramento da gestão na Prefeitura do Recife (PCR). O socialista explicou, em entrevista à rádio CBN, que esses profissionais serão escolhidos na base da meritocracia, via análise de currículo, provando que vai cumprir uma de suas promessas de campanha. Mediada por Aldo Vilela, a sabatina teve a participação dos jornalistas Gilvandro Filho, Manoel Guimarães e Gabriela López.

A equipe do futuro prefeito fechará, no início de dezembro, um documento com o perfil dos profissionais desejados e a formatação do processo de escolha. A seleção será dividida em duas etapas. Na primeira fase, uma comissão formada por técnicos em gestão e recursos humanos terá a missão de fazer uma triagem dos currículos enviados para um e-mail a ser disponibilizado pela equipe de transição. Os candidatos que forem selecionados serão entrevistados pela comissão na segunda e última etapa.

A meta é chegar ao final de dezembro com o “time” montado para começar a implantação do monitoramento já em janeiro. A iniciativa faz parte de uma decisão de Geraldo de levar, para a PCR, o exitoso modelo de gestão por metas desenvolvido no Governo de Pernambuco. Foi o socialista que, na condição de secretário estadual de Planejamento, coordenou a implementação desse modelo no Estado.

“Temos o compromisso de fortalecer a área de planejamento e gestão da Prefeitura, que precisa ser ampliada. A famosa área de monitoramento será feita por uma equipe. Como essa secretaria não tem, dentro da Prefeitura, uma estrutura com quadros permanentes, a gente montará com cargos comissionados. Vamos buscar no mercado, faremos uma seleção para todos aqueles que quiserem participar. Fizemos no governo e deu muito certo”, argumentou Geraldo.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro