17 de dezembro de 2015 às 10h54min - Por Mário Flávio

Meditar pela paz, pela eliminação da violência. Este é o objetivo do América Medita. Em sua sétima edição, o evento pretende reunir, no dia 19 de dezembro, milhares de pessoas – desta vez não só de cidades das Américas, mas também de outros continentes -, em uma meditação coletiva simultânea pela paz mundial.
A primeira edição do América Medita aconteceu em outubro de 2009, nascida de uma idéia de integrantes brasileiros e de outros países latino-americanos da Fundação Arte de Viver, que planejavam mobilizar um grande número de pessoas em prol da redução da violência e do controle do estresse por meio da meditação.

O evento foi um sucesso e reuniu milhares de pessoas em mais de 35 cidades da para meditar simultaneamente. No ano passado, mais de cem cidades das Américas aderiram ao movimento. Este ano, o evento ampliou seu raio de ação e vai acontecer em 17 cidades do Brasil além de outros países da America do Sul, Europa e da Oceania. MIlhares de pessoas, em todo o mundo, poderão direcionar seus pensamentos e sentimentos para um mundo melhor, a ser cultivado pela supressão da violência e pelo estímulo ao bem-estar físico, mental e emocional, um desafio para a sociedade contemporânea.

Muitos estudos científicos têm demonstrado os efeitos da meditação sobre a redução dos níveis de delinquência e agressividade. Em tempos de guerra e doenças no mundo, meditar é vital. Todos os problemas de são causados pelo acúmulo de estresse que, por sua vez, é causado pelo acúmulo de emoções e vibrações negativas. A meditação ajuda a dissolver e a minimizar a agressividade, o medo, a violência e, como consequência, desperta e aflora os sentimentos nobres de compaixão, amor, solidariedade e paz.

As atitudes se tornam mais pacíficas, criando assim, um ambiente mais harmonioso. O America Medita é gratuito e aberto ao público.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro