23 de julho de 2012 às 08h21min - Por Mário Flávio

A partir desta segunda-feira, cerca de 12 mil produtores de cana de açúcar devem procurar as usinas do estado para iniciar o processo preliminar de inscrição no programa de subvenção econômica federal. O benefício é voltado para os filiados da Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco (AFCP) e do Sindicato dos Cultivadores de Cana do Estado (Sindicape).

Nesta etapa, o produtor deve procurar a usina que forneceu a matéria prima na safra 2010-11 para preencher e assinar declarações emitidas pelo órgão de classe. Cada produtor receberá R$ 5 por tonelada de cada fornecida na safra indicada, limitada até 10 mil toneladas. O recurso é do governo federal.

Entretanto, o fornecedor de cana não receberá a subvenção sem apresentar as declarações. “Assim, é indispensável que ele compareça na usina que forneceu a cana na safra citada para preencher e assinar as declarações de venda da matéria-prima do respectivo período”, alerta o presidente da AFCP, Alexandre Andrade Lima.

O dirigente conta que as declarações serão exigidas no ato da inscrição do produtor junto ao órgão público responsável pelo cadastramento e liberação do recurso financeiro da subvenção. Ele comenta que ainda não foi definido o período de cadastramento, mas só participará desta etapa, quem preencher as declarações. Elas comporão a lista de documentos exigidos pelo governo.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro