16 de julho de 2012 às 07h45min - Por Mário Flávio

Com informações da Folha de Pernambuco

Segundo colocado na primeira pesquisa de intenções de voto Folha/Globo/Ibope, o deputado federal Mendonça Filho (DEM) lidera o índice de rejeição entre os oito candidatos colocados no páreo. Quando questionados sobre em quem não votaria de jeito nenhum, 28% dos entrevistados citaram o nome do democrata, que foi governador em 2006, quando assumiu o cargo por oito meses no lugar do então governador Jarbas Vasconcelos (PMDB). Em seguida, aparece o senador Humberto Costa (PT), que é rejeitado por 27% dos recifenses. Os dois primeiros colocados na pesquisa estão empatados tecnicamente no índice de rejeição, já que a margem de erro é de 3%.

Sem experiência em disputas majoritárias, o deputado estadual Daniel Coelho (PSDB) e a candidata do PPL, Edna Costa, estão empatados em um mesmo índice de rejeição, com 18%. Em seguida, vem o nome de Jair Pedro (PSTU), que não é votado por 16% dos entrevistados. Esteves Jacinto (PRTB) e Roberto Numeriano (PCB) têm 15% de rejeição. Já o candidato apoiado pelo governador Eduardo Campos, o ex-secretário de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Julio (PSB), é o menos rejeitado entre os postulantes. Ainda desconhecido pelo eleitorado, o socialista não recebe o voto de 14% dos questionados. A parcela que declarou votar em qualquer um dos postulantes representou 9% do total dos entrevistados. Aqueles que não responderam ou não souberam opinar somou 20%.

Dos que declararam não votar em Mendonça Filho de jeito nenhum, a maioria é do sexo masculino (29%). Taxado pelos adversários como um parlamentar de perfil conservador, o democrata é rejeitado, principalmente, entre os jovens com faixa etária de 25 a 29 anos e entre pessoas com ensino superior (32% e 37%, respectivamente). Os entrevistados que ganham mais de cinco salários mínimos foram os que mais rejeitaram o nome do parlamentar: 40% diz que não vota nele de jeito nenhum no próximo pleito.

Uma análise parecida pode ser feita com o público que não vota no senador Humberto Costa. Dentre os entrevistados, 31% das pessoas do sexo masculino não credita seu voto no petista. No quesito faixa etária, Humberto não é opção de 32% daqueles que têm entre 30 e 39 anos. Já no tópico escolaridade, o senador é rejeitado principalmente entre aqueles que possuem ensino superior (39%). Assim como Mendonça, aqueles que ganham mais de cinco salários são os que mais rejeitam o petista como candidato a prefeito: 41% desse grupo afirmou que não vai dar seu voto ao senador.

20120716-074451.jpg


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro