11 de janeiro de 2013 às 13h25min - Por Mário Flávio

Fernando Ferro também mantém críticas à atual direção estadual do PT pela condução da eleição em Recife

Em discurso na Câmara Federal, o deputado Fernando Ferro (PT), que integra a Comissão de Minas e Energia, descartou o risco de racionamento imediato por conta dos investimentos maciços do Executivo na área de geração de energia, como é o caso dos empreendimentos no rio Madeira e a hidrelétrica de Belo Monte.

O petista reconheceu que o Brasil passa por uma das piores estiagens dos últimos 50 anos, mas ressaltou que o país possui alternativas para o abastecimento de energia, como as termoelétricas, o que, segundo ele, poderia afastar a possibilidade de falta de energia. “Compreendo que há uma preocupação justa por conta da situação climática, porém há também uma motivação política de querer criar um clima de que nós estaríamos à beira de um colapso energético. Isso é do uso da disputa política, mas me parece que é mais exagero”, declarou.

De fato, os argumentos de Ferro são amparados pela opinião de especialistas que avaliam que o sistema elétrico brasileiro é monitorado diariamente e que defendem que o crescimento econômico aumentou o consumo de energia, com um alerta preventivo, mas que há tempo hábil para a adoção de medidas que garantam o abastecimento.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro