14 de novembro de 2015 às 05h45min - Por Mário Flávio

  
Para empresários, estudantes e colaboradores de empresas, o consultor e palestrante Fabio Feldmann foi enfático: “é preciso ter uma agenda séria de diálogo sobre a sustentabilidade. Os países que não estiverem preparados vão perder competitividade. Do ponto de vista ético, nossa geração é a que tem mais responsabilidade com as futuras”. O alerta foi feito na II Feira de Tecnologias Ambientais promovida pela Fiepe Agreste, nos dias 11 e 12 de novembro, em Caruaru.

A iniciativa, que foi criada pela unidade regional, será desenvolvida pela sede da Federação, que está localiza no Recife, em 2016. A ideia é de que as cidades sediem o evento de forma intercalada. Durante os dois dias, mais de 30 empresas participaram como expositoras e tiveram a oportunidade de apresentar aos visitantes os projetos e as soluções que preservam os recursos naturais e garantem o desenvolvimento consciente de seus negócios. Além disso, oito oficinas e três palestras fizeram parte da programação que atraiu o público.

O vice-presidente da Entidade e presidente do Conselho Temático do Meio Ambiente da Fiepe, Anísio Coelho, esteve na abertura do evento e fez questão de conhecer cada stand instalado no quinto andar do Shopping Difusora. “É com prazer que realizamos este ato, que representa de forma significativa a importância da sustentabilidade para a Federação. Queremos, cada vez mais, incentivar a classe empresarial em busca de produção energética mais limpa e eficiente. Consumo e produção desenfreados não devem condizer com nosso cotidiano, este é o nosso pleito”, disse.

O diretor regional Andrerson Porto destacou em sua fala a satisfação de um projeto local influenciar gestão estadual da Fiepe. “É difícil inovar, alguns acreditavam que não havia pessoas interessadas no assunto aqui no Agreste. A unidade regional se mostrou antenada. Onde não havia conhecimento sobre o tema, trouxemos conhecimento, que no mundo moderno é tudo. Só um evento como este poderia proporcionar isto. É um evento bem sucedido que servirá de modelo para a sede. A partir do próximo ano, iremos realizar o evento de forma intercalada: em 2016 será em Recife e em 2017 em Caruaru e assim por diante”.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro