31 de janeiro de 2013 às 11h25min - Por Mário Flávio

O déficit na rede municipal de ensino pode virar uma dor de cabeça para o secretário de Educação de Caruaru, Welson Costa. De acordo com informações repassadas pelo Conselho Tutelar de Caruaru, os alunos que não conseguirem a vaga na rede municipal terão os estudos custeados em escolas particulares pela prefeitura. A situação deve ser resolvida até a próxima segunda (04), quando inicia o ano letivo na Capital do Agreste.

De acordo com o Conselheiro Tutelar Gil Bobinho a situação foi definida pelo Ministério Público e ele citou o exemplo de um bairro em Caruaru que não tem uma única escola. “No Bairro José Liberato moram cerca de 15 mil pessoas e as crianças de lá não têm uma escola e a maioria foi para a escola do bairro Cidade Jardim. Os pais devem ficar atentos e têm o direito de matricular os filhos, caso não haja vaga, a prefeitura tem a obrigação de pagar todo o ano letivo do aluno numa escola particular”, disse Gil.

Por meio de nota, a secretaria de Educação informou que em 2012, houve uma reunião entre a Prefeitura de Caruaru, o Conselho Tutelar e o Ministério Público para ser discutida a questão da demanda de vagas na rede municipal de ensino. O Ministério Público recomendou que a Prefeitura fizesse um levantamento dessa demanda para ser apresentado em uma nova reunião. Desta forma, assim que as partes se reunirem novamente, será avaliada a melhor forma de solucionar o caso.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro