23 de junho de 2012 às 09h01min - Por Mário Flávio

A Executiva Municipal do PSDB definiu qual é o melhor rumo do partido em Caruaru: apoiar a pré-candidata à prefeitura Miriam Lacerda (DEM).  Assim, o vereador Diogo Cantarelli abandona seu projeto de pré-candidatura, enquanto o partido passa a confiar de que ele seja o escolhido para compor a vaga de vice na chapa de oposição. Agora, os Democratas oficialmente reúnem seis partidos em uma coligação que deve chegar a quase 11 minutos de guia eleitoral, para rivalizar com a Frente Popular.

Era mais ou menos o que se especulava no início do ano: Diogo manteria a pré-candidatura até a proximidade das convenções, para avaliar as condições do pleito, quando então poderia decidir apoiar o bloco encabeçado por Miriam. Na verdade, os diálogos com os democratas já vinham sendo realizados há dois meses, embora os tucanos digam que o foco dos diálogos tenha sido apenas o apoio a proposta de governo de Miriam, sem citar a possibilidade de indicação da vaga de vice.

Na atual situação, o partido coligará proporcionalmente com o DEM e PMDB. O número de candidatos a vereador que o partido lançará ainda deve ser definido na segunda-feira (25), mas a legenda espera manter uma vaga na Câmara Municipal e quem sabe eleger mais um edil.

“Levando em consideração que nosso adversário é o PDT e não o DEM e que o PSDB não concorda com a forma administrativa que hoje em Caruaru governa, o diretório do PSDB de Caruaru decidiu apoiar a candidatura da pré-candidata Miriam Lacerda, do Democratas. Anunciaremos esse apoio oficialmente em nossa convenção, que foi adiada para 30 de junho, e que será realizada no auditório do Shopping Difusora”, explicou Diogo.

Sob um ponto de vista mais rígido, é possível avaliar que o PSDB acabou isolado, sem partidos para alavancar uma via alternativa, em parte devido ao processo de regularização do registro de candidatura de Diogo, já que ele havia sido considerado inelegível junto ao TRE, por conta de uma complicação em sua prestação de contas referente a 2010. E, no final das contas, uma candidatura paralela da oposição poderia dar, indiretamente uma vantagem para a base do prefeito Zé Queiroz nestas eleições.

“A oposição deve permanecer unida em Caruaru e é  unânime a opinião dos pré-candidatos a vereador pela oposição de que a chapa Miriam e Diogo seria a melhor alternativa. Diogo representa uma oxigenação para a chapa de Miriam”, justificou o secretário-geral do PSDB municipal, Raffiê Dellon, também presidente da Juventude Nacional do partido. O desejo da indicação da vaga de vice está claro no partido, mas de acordo com Raffiê, até a próxima sexta (29), os presidentes das juventudes do PSDB, PMDB, PMN e PPS, que formam a Frente Jovem de Oposição, entregarão um documento a Miriam Lacerda, pedido a indicação de Diogo como vice na chapa da oposição.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro