8 de maio de 2014 às 18h07min - Por Mário Flávio

20140508-180901.jpg

Por Ana Rebeca Passos

A ouvida do vereador Evandro Silva (PMDB) foi marcada por muita rapidez, tanto na pergunta padrão feita pela Comissão de Ética e Decoro Parlamentar como nas respostas do parlamentar à comissão. “Muito tranquilo. Só houve uma pergunta. Como houve quebra de decoro? se ser oposição ferrenha é quebra de decoro, vou continuar com a quebra de decoro. Espero que se faça justiça, somente”, disse o vereador.

O advogado de defesa, Saulo Amazonas, avaliou a ouvida de Evandro e questionou a forma como a comissão vem apurando a conduta dos dez parlamentares envolvidos na ponto Final I e II. “Bastante positiva. Na realidade o que nós temos observado até o momento a comissão monta toda uma estrutura investigativa, instaura um procedimento administrativo, e apenas faz uma única pergunta ao vereador. Então, quem está investigando precisa buscar a verdade do que se está acusando”, explicou.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro