8 de novembro de 2013 às 07h55min - Por Mário Flávio

20131108-074721.jpg

O vereador Evandro Silva (PMDB) voltou a criticar o governo municipal na sessão ordinária de ontem a noite. Dessa vez a pauta foi um pedido de informação que o peemedebista fez sobre a assinatura de um convênio para levar asfalto a estradas que ligam a cidade a zona rural. Esse foi um dos últimos atos quando Fernando Bezerra Coelho era ministro da Integração Nacional, quando foi anunciada a liberação de mais de 30 milhões de reais para Caruaru. Na data do anúncio, segundo o vereador, ficou acordado que cerca de 11 milhões, seriam liberados para que as obras iniciassem em janeiro de 2014, o que de acordo com Evandro, não vai ocorrer.

“Fiz um pedido de informação a prefeitura e o senhor prefeito respondeu com os números dos convênios e o número da conta na qual o dinheiro estava depositado. Já o secretário de Planejamento manda um número e um pré-convênio e a diretora da mesma pasta diz que não tem dinheiro. O prefeito diz uma coisa e os seus subordinados dizem outra. Os documentos provam que é somente o blá, blá, blá. Eu acredito que isso vai ser feito, mas afirmar que começa em janeiro? Eu desafio a ele começar obra em janeiro, a não ser que seja com recursos do município. Não existe nenhum dinheiro do Ministério da Integração na conta, nem convênio assinado de nada”, pontuou.

Ele disse ainda que a vinda do ministro foi para amenizar a crise no governo. “Foi tudo falácia, os documentos enviados pelo prefeito comprovam isso. Foi uma agenda positiva para que minimizasse a crise com a CPI da CGU”, disparou.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro