26 de março de 2013 às 10h10min - Por Mário Flávio

20130326-101210.jpg

Em Caruaru, os estudantes Escola de Referência Estadual Nelson Barbalho queimaram pneus em frente à unidade, obstruindo parte do trânsito, em protesto pelas eleições diretas para gestores. Os estudantes pararam de assistir às aulas desde a semana passada e seguem uma série de manifestações pelo estado, encabeçadas pela União dos Estudantes Secundaristas de Pernambuco (UESPE).

Na Capital do Agreste, a União dos Estudantes Secundaristas de Caruaru (UESC) comanda as mobilizações e o presidente da entidade, Gleison Rodrigues, explicou que é preciso pressionar o governo estadual. “Nós já tivemos reuniões com a GRE, mas o posicionamento do governo segue defendendo que a Lista Tríplice é um sistema democrático, mas nós não concordamos com isso. Esse ato de hoje é uma forma de chamar atenção e mostrar que nosso movimento está fortalecido”, explicou o estudante, que disse ainda que os manifestantes não pretendem causar danos à escola, e garantiu que os pneus queimados não impediram totalmente o trânsito.

Ainda segundo Gleison, o movimento tem se intensificado no estado. “Além das escolas estaduais da região metropolitana, acontecem manifestações na EREM Corsina Braga, em Cachoeirinha, EREM Gravatá, nas escolas de Serra Talhada e Petrolina, e também começa a haver mobilização em outra escola de Caruaru, na Maria Auxiliadora, assim como já houve um enfrentamento dos estudantes de Tacaimbó com a GRE”, completou.

A UESC também já preparou um ofício, convidando a deputada Tereza Leitão, integrante da Comissão de Educação da Alepe para visitar a escola Nelson Barbalho. A comissão tem debatido com membros da UESPE a reivindicação de eleições diretas.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro