4 de setembro de 2013 às 07h55min - Por Mário Flávio

A cada reunião na Câmara o clima fica mais pesado entre situação e oposição. Dessa vez o bate-boca entre os vereadores Val (DEM) e Marcelo Gomes (PSB), foi tão pesado, que o presidente da Câmara de Caruaru, Leonardo Chaves (PSD), precisou intervir no assunto. No momento em que Val usava à Tribuna, houve mais um desabafo com duras críticas a gestão municipal e o líder da oposição voltou a afirmar que, em outros casos, por muito menos, prefeitos tiveram o mandato cassado, se referindo ao relatório da CGU, que apontou mau uso de dinheiro público em Caruaru. A resposta de Marcelo na Tribuna foi pesada e mais uma vez ele disse que houve quebra de decoro e o Regimento da Casa não foi respeitado.

Diante desse fato houve uma grande discussão com Val fazendo muito barulho. “Se vossa excelência acha que estou quebrando o decoro, pode acionar a Comissão de Ética e casse o meu mandato, eu não dependo não, mas não venha colocar palavras na minha boca. Eu não tenho medo!”, bradou Val. Os gritos do líder da oposição se misturaram aos aplausos da galeria, as resposta de Marcelo e ao irritante som da campainha da Câmara, que é acionada pelo presidenta da Casa para chamar atenção, que teve que apelar com os colegas de Casa.

“Vereador Val e vereador Marcelo, por favor, desliguem os microfones os dois”, disse. O curioso é que Val e Marcelo são vizinhos nos assentos da Casa. Após o embate a situação se acalmou.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro